Blog

Apple compra a Beats por US$ 3 bilhões

beats ft img

Empresa emitiu um comunicado que confirma os rumores sobre o acordo que se espalharam no início do mês

Confirmando os rumores, a Apple revelou a que comprou a Beats, incluindo a divisão de hardware Beats Audio e o serviço de streaming musical Beats Music, todos fundados pelo rapper Dr. Dre e o executivo da indústria musical Jimmy Iovine. O acordo começou a ser feito no início do mês e estava estimado em US$ 3,2 bilhões na época. De acordo com informações do New Work Post o valor foi cortado para US$ 3 bilhões depois dos diálogos entre as empresas.

A transação é incomum para a Apple, que normalmente faz  pequenas aquisições de startups. Por isso analistas do mercado estão enxergando a empreitada como uma mudança estratégica da companhia. A última grande compra da maçã foi a NEXT, em uma tentativa de trazer Steve Jobs de volta.

Muita especulação foi feita em torno dos próximos capítulos da aquisição, como o que a Beats poderia acrescentar, de fato, aos negócios da Apple que já tem um serviço de streaming de rádio e um ecossistema sólido de headphones, microfones bluetooth e outros acessórios de áudio. No ramo dos fones de ouvido, pode-se dizer que a Samsung ocupava melhor o papel de concorrente. Em entrevista com o New York Times, Tim Cook, o CEO da Apple citou que os nomes da indústria musical ligados à Beats, Dre e o Iovine, foram um fator decisivo para a compra. Um relatório da Bloomberg já indicava que a transação era uma forma da Apple conquistar usuários no segmento de música trazendo grandes talentos.

Segundo o comunicado divulgado, a Beats Music vai continuar funcionando normalmente e os acessórios da Beats Hardware continuarão à venda nas lojas. Como parte do acordo, Dre e Iovine farão parte da equipe de gerência da Apple.

Via TechCrunch

• Leia as principais notícias e tecnologia

• Entrevistas com os principais especialistas do universo de tecnologia

• A opinião de especialistas sobre os assuntos do momento na web

 

 

Comente