Apps, Software & Hardware

Aprenda os caminhos para se ter um negócio sustentável

Screenshot_1

Tecnologia deve ser aliada para impulsionar e potencializar uma ideia, mas o processo vai muito além 

O conceito de Startups tem funcionado muito bem para pequenos negócios que não necessitam de grandes investimentos iniciais. Geralmente, apresentam custo operacional baixo e uma equipe modesta que, muitas vezes, é o próprio empreendedor quem está no cargo-chave do projeto. Esses negócios são baseados em um conceito de risco inicial fundamental para entender necessidades pontuais e desenvolver um produto mínimo viável.

Amauri Nóbrega, especialista em gestão estratégica, acredita que a tecnologia pode ser utilizada como motor para alavancar o negócio com o objetivo de promover a sustentabilidade. Segundo ele, a tecnologia deve apenas impulsionar, não ser o negócio, pois hoje ela é facilmente copiada e tem sua vantagem competitiva evaporada com facilidade.

Para o especialista, o sucesso em 100% dos casos tem como proposta básica simplificar a vida dos clientes e, nos casos mais inovadores, criar uma necessidade já com solução. “Um exemplo disso é o iPod. É um tipo de produto que foi criado sem que tivéssemos a necessidade e hoje é algo que mudou o conceito de alguns mercados envolvidos”, ilustra.

Por fim, para se obter um negócio sustentável, que não esgote seus próprios recursos e consiga se manter firme no mercado, Nóbrega recomenda a procura de uma oportunidade em um mercado que tenha potencial de crescimento rápido e configure uma excelente proposta de valor com uma estratégia formatada.

A dica é contratar pessoas capazes de tirar a estratégia do papel, buscar uma solução que supere os concorrentes e utilizar sempre a tecnologia para potencializar ou amplificar. O especialista garante que é possível dar o start em uma ideia seguindo esses passos, no entanto, posteriormente, é recomendável que se encontre um parceiro que some recursos ao negócio.

Comente