Blog

Consumidores desejam mais simplicidade nos pagamentos, diz PayPal

compra fraude

Pesquisa realizada pela empresa ainda mostra que o Brasil se destaca entre os países que apoiam a realização de compras via smartphone

A PayPal realizou recentemente uma pesquisa com o objetivo de compreender o comportamento dos consumidores em relação ao uso do tempo, tecnologia e dinheiro. O estudo, que entrevistou titulares de contas bancárias, com idades entre 18 e 64 anos, em 15 países, incluindo o Brasil, constatou que 70% das pessoas deseja que a tecnologia simplifique os pagamentos, trazendo mais agilidade, opções e oportunidades. “Em um ambiente em constante mudança, devemos criar com base nas necessidades e variações do mercado”, afirmou Christina Smedley, vice-presidente de Marca Global do PayPal.

Os resultados da pesquisa mostram que o incômodo com filas e trânsito está presente em todos os países. São fatores que tomam muito tempo que poderia ser aproveitado para outras atividades. Os brasileiros são os que mais se preocupam com a perda de tempo em espera e filas. Para 74% dos entrevistados no País, a principal vantagem de realizar transações online é evitar as filas. Outro ponto ressaltado por aqui são os congestionamentos: 33% afirmam que o trânsito é um dos seus principais problemas.

Mas passar horas no trânsito não é reclamação exclusiva dos brasileiros. Em todos os países o deslocamento para o trabalho e rotinas diárias são apontados como os maiores responsáveis pela perda de tempo. Os italianos são os campeões desse ranking, passam em média 123 minutos nos trajetos. Logo depois vem os israelenses, os russos e os brasileiros.

Entre as reclamações dos consumidores europeus está a espera para que alguém venha receber os pagamentos e a necessidade de lidar com “dinheiro vivo” para realizar uma compra. Por outro lado, o e-commerce não está livre de insatisfações. Segundo a pesquisa, sites que pedem cadastros dos clientes antes da compra ser efetuada podem perder vendas potenciais, principalmente na Itália (52%), no Canadá (51%) e na Espanha (50%).

A solução para facilitar a vida dos consumidores parece estar na realização de pagamentos através de dispositivos móveis. Esses métodos já são muito usada em países como a China, onde 90% dos entrevistados utilizam seus smartphones na hora de pagar por compras e serviços, além da Rússia (85%), Brasil (aproximadamente 70%) e Turquia (60%). O estudo ainda destaca que, diferente das economias desenvolvidas, os mercados emergentes usam mais os dispositivos móveis para pagar. O Brasil se destaca na lista dos países que buscam formas mais simples de pagamento por meio de seus dispositivos móveis. Uma fatia de 30 % dos entrevistados acham que isso é importante, contra 20 % da média global.

• Leia as principais notícias de tecnologia

• Entrevistas com os principais especialistas da web

• A opinião sobre os assuntos do momento na internet

Comente