Opinião

Lojas virtuais ecológicas

site eco

Com a sustentabilidade em pauta, solução transforma pageviews de sites em uma forma de ajudar o planeta

Por Cecília Vick*

Práticas sustentáveis não podem se restringir apenas à vida offline. Pode não parecer, mas desafiam a vida do planeta. Ter um site pode poluir mais que uma indústria e degradar o ambiente. A situação se agrava se ele foi muito visitado. Sem querer, você acaba jogando para a natureza uma boa parcela de gás carbônico por ano.

No caso das lojas virtuais, que podem ter mais visitas ainda, vale pensar na consciência ecológica. Uma pesquisa da consultoria Dom Strategy Partness revelou que 70% dos varejistas afirmaram que seus consumidores estão mais conscientes com relação à sustentabilidade. Para 31% a ecologia é fator que mais impacta o consumidor no momento da decisão de compra. É por isso que investir em uma solução ecologicamente correta pode ser um bom negócio, até no mundo digital.

O pageview (número de visitas de uma página na internet), como já foi dito, é uma preocupação ambiental. Quanto mais acessos uma página possuir, mais energia elétrica o datacenter consome e, logo, mais dióxido de carbono é emitido. Como? Veja:

Excesso de datacenters

Um datacenter nada mais é do que o ambiente projetado para abrigar servidores e outros componentes como sistemas de armazenamento de dados (storage) e ativos de rede (switches e roteadores). São os datacenteres que garantem a hospedagem e as trocas de informações. Atualmente, estima-se que existam mais de 30 milhões no mundo.

Energia elétrica 

Manter toda essa estrutura consume muita energia elétrica. Quando um site é acessado, servidores geram informações para computadores e demais aparelhos, em um processo que não para e que necessita de mais e mais energia. Segundo pesquisa do Greenpeace, o consumo para manter páginas na nuvem chega a 700 bilhões de kWh. Nesse ritmo, em 2020 serão superados os índices de consumo de França, Alemanha, Canadá e Brasil juntos.

Consumo

Isso implica que mesmo com um número de visitas baixo, cerca de sete quilos de dióxido de  carbono são jogados por ano através dos servidores. Imagine o total se somarmos os sites ativos no Brasil (um número que gira na casa dos 2,2 milhões). Em uma conta simples, podemos dizer que mais de 15 mil toneladas de gás carbônico são lançadas no ar por ano.

Uma das saídas para diminuir esse impacto é o incentivo de plantio de árvores de acordo com a quantidade de visitas de um site. Uma árvore, sozinha, é capaz de neutralizar cerca de 15,6 kg de CO2. Um exemplo é a solução da GreenClick, em que o usuários pode calcular o número de pageviews  e visualizar a quantidade de árvores que precisarão ser plantadas para compensar a poluição. Lembre-se que esse tipo de política pode conquistar seu público na rede.

*Cecília Vick é diretora executiva da GreenClick, empresa que contribui com a neutralização da emissão de CO2 no Brasil. 

*Publicado originalmente na edição 165 (de abril) da Revista W. Todos os direitos reservados.

• Leia as principais notícias de tecnologia

• Entrevistas com os principais especialistas da web

• A opinião sobre os assuntos do momento na internet

Comente