Entrevistas

Luxo online

shop2gether

CEO do marketplace Shop2gether revela como consolidou o primeiro shopping virtual de luxo do país e as vantagens do modelo

O mercado de luxo demorou um tempo para se render ao comércio eletrônico. Mas com a chegada de grandes marcas ao mercado digital o espaço para os produtos premium está crescendo. O marketplace Shop2gether foi pioneiro nesse nicho de mercado e hoje conta com 92 marcas entre lojas e corners e recebe cerca de 700 mil visitas por mês. O modelo usado por eles é o B2B: cada marca tem seu espaço e sua identidade, o que gera melhor engajamento com o consumidor e independência. Além disso, o site oferece informação de moda e comportamento de especialistas, como Costanza Pascolato. Eduardo Kyrillos, CEO do Shop2gether, falou sobre o funcionamento e as estratégias do marketplace.

Revista W: Como foi criado o marketplace?
Eduardo Kyrillos: O Shop2gether é o primeiro online marketplace brasileiro de lifestyle. Através de sua gestora S2G, cria lojas online oficiais e digital flagships personalizadas para marcas de moda e decoração integradas a um ambiente de compras com vitrines, concierge, serviços exclusivos e atendimento especial. O marketplace foi criado porque enxergamos uma oportunidade no mercado de vendas online por conta das altas taxas de crescimento da categoria. Em especial para abordar consumidores qualificados em todo o Brasil, e em cidades e regiões onde as marcas muitas vezes não tem distribuição off-line. Ou se tem distribuição em lojas físicas, podem não ter a variedade de produtos que oferecemos online.

W: Como a marca pode se tornar parceira?
EK: Tentamos oferecer o mix de marcas ideal para nossos clientes, assim todas as marcas interessadas em estar presentes no Shop2gether passam por nossa curadoria. Se estiverem no perfil recebem o material com todas as instruções para a integração de sistemas. Se ainda não estão no comércio eletrônico podem contar com os serviços da S2G para auxiliá-las.

W: Atualmente tem quantas lojas?
EK: O Shop2gether oferece hoje 92 marcas com lojas e corners. Entre elas marcas como Cris Barros, Mob, Trousseau, Agua de Coco, Loungerie; e distribui com exclusividade online Pat Bo, Lilly Sarti, Sarah Chofakian, Ara Vartanian, Loungerie, Sapataria Cometa, Souq e Ricardo Almeida.

W: O modelo de marketplace favorece o setor de atuação da Shop2gether, no caso, roupas e decoração?
EK: O Shop2gether como marketplace reúne marcas de alto padrão de moda e decoração num único espaço, gerando maior fluxo de clientes potenciais para as lojas.

W: Quais são as vantagens para lojas virtuais que vendem esses produtos?
EK: Comodidade e praticidade de agregar produtos e marcas diversos; e informação de moda e comportamento assinadas pelas personalidades mais relevantes aos consumidores num mesmo ambiente. Além de uma equipe de relacionamento apta a dar suporte aos consumidores e suas dúvidas de tamanho, modelagem e matéria-prima específicas dos produtos de moda. Também temos uma ferramenta que diminui a resistência de consumir moda online e no momento está em revisão para ganhar um upgrade, o Find My Size. Ela filtra os melhores produtos para o usuário e, a partir de suas medidas, apresenta uma seleção de peças de acordo com as dimensões e o tipo físico do consumidor. Por fim, nossa categoria de produtos de decoração é um facilitador para quem quer, por exemplo, comprar presentes a um clique. Entramos no mercado premium por acreditar que era possível oferecer mais qualidade no mercado online que foi impulsionado inicialmente pelos clubes de compras no Brasil.

W: Quais são as vantagens de trabalhar com o modelo B2B?
EK: O varejo online de monomarcas é um novo mercado a se explorar, já que o histórico no Brasil é muito mais focado em distribuição através de multimarcas. Nesse caso, as marcas vendem uma parte de suas coleções e as multimarcas comunicam e precificam com certa independência das áreas de marketing e comercial das marcas. Já uma monomarca online gera posicionamento digital e um engajamento maior com o consumidor porque se comunica com a própria cultura e tem independência para criar ações que se relacionem com o consumidor nesse ambiente. É um investimento para que a marca se torne multicanal. A proposta de S2G é cuidar de toda a operação – estoque, logística, WebDesign, analytics, marketing digital e SAC – para que as marcas tenham suas próprias lojas virtuais, ampliando vendas nesse canal e alcançando novos mercados fora dos grandes centros comerciais. Além de poder se integrar ao Shop2gether e aproveitar nosso alto tráfego de consumidores.

• Leia as principais notícias de tecnologia

• Entrevistas com os principais especialistas da web

• A opinião sobre os assuntos do momento na internet

Comente