Opinião

Aqui, ali e em todo lugar

coluna romão 162

Economia e qualidade de vida podem andar junto quando o assunto é rentabilizar o seu negócio na internet

*Por Edson Romão

Os profissionais da internet são definitivamente muito mais produtivos e predispostos ao sucesso que os demais. A prova disso é o valor que as empresas “.com” tem alcançado em pouco tempo, avançando no ranking das mais rentáveis, acima das empresas tradicionais. As startups que começaram em garagens, no espírito de colaboração, trabalho de equipe e divisão de lucros (stock options, outros incentivos e remunerações pelo sucesso de negócios online) obtiveram valor exponencial para seus investidores. Lembre-se que a missão de toda empresa é esta: gerar lucro aos seus acionistas.

As carreiras tradicionais são culpadas por frustrar o ser humano, mas o ser humano tradicional é responsável por frustrar a si mesmo e aos seus negócios, especialmente por ser tão egoísta e insignificante. O medo do novo, do digital, é reflexo da incapacidade de entender o coletivo e a inovação que bits e bytes trouxeram à vida. Só a internet e seus geniais profissionais – modéstia à parte me incluo aqui – são capazes de realizar com pioneirismo as atividades coletivas, capazes de realizar com pioneirismo as atividades coletivas, fundadas no conceito de crowdsourcing, uma prática de quem quer vencer trabalhando em equipe. E melhor ainda, as ferramentas de internet que nós criamos permitiram o trabalho remoto, uma prévia do Paraíso na Terra.

Os modelos de crowdsourcing e trabalho remoto, versus dificuldade de contratação e retenção de profissionais talentosos, tem feito os administradores mais criativos pensarem em novas formas de gerenciamento de projetos. Oportunidades de trabalho remoto têm se multiplicado e estão sendo adotadas por muitas empresas. Nas grandes cidades e em todo o planeta gasta-se tempo, dinheiro e energia com coisas como ir e vir de carro, de transporte coletivo, pagando caro diante da natureza. Veja, usar os nossos dispositivo conectados para tornar esse compartilhamento de ideias e atividades algo mais fácil do que nunca é a melhor maneira de minimizar os excessos do capitalismo de consumo e ter uma vida com melhor qualidade.

Repensar a empresa é necessário. O ambiente de trabalho online permite administrar atividades coletivas ou remotas de maneira ágil e garantida, com baixo custo e confiabilidade. Mas principalmente temos que repensar os modelos de relacionamento dentro das empresas, pois crowdsourcing e trabalho remoto são práticas para pessoas maduras. Se ainda não puder adotar isso, lembre-se: não vale a pena contratar uma força de trabalho atrasada emocionalmente, ainda mais precisando trabalhar com ela todo dia.

*Edson criou o fenômeno hpG e é sócio do Aprex

Publicado originalmente na edição 162, de janeiro de 2014, da Revista W. 

Comente